Boku no Hero Academia – 1ª Temporada

Navegar por...

Alguns fãs de animes mais conservadores podem até não admitir, mas é inegável como o mundo do entretenimento foi abalado pelo Universo Cinematográfico da Marvel. Isso trouxe uma onda de animes com super-heróis, não que heroísmo e super-poderes nunca tivessem sido retratados em animes, no entanto pouco se utilizava temas saídos dos quadrinhos como: um código de conduta de heróis ou organizações que treinam e regulam super-heróis.

Boku no Hero Academia faz parte desta onda. Pois como o nome já entrega, temos aqui um escola de ensino médio de super-heróis que almejam ser profissionais. Neste universo onde 80% da população tem “individualidades” (que na prática são super-poderes) é necessária uma grande fonte ação heroica para conter os vilões que usam seus poderes para o mal.

tumblr_o529sfOO3Y1ueekjyo5_r1_1280

Midoriya

Boku no Hero Academia é conhecido no ocidente como My Hero Academia e é uma adaptação de um mangá. O shonen é escrito por Kōhei Horikoshi, começou a ser publicado em julho de 2014 e tem 9 volumes encadernados até o momento. Aqui no Brasil o mangá começará a ser publicado pela editora JBC ainda este ano. O anime estreou em abril na temporada de primavera 2016, é produzido pelo estúdio Bones e conta com 13 episódios.

A animação cartunesca escancara a inspiração nos quadrinhos ocidentais, reproduzindo literalmente o material original do mangá. A trilha sonora de tom épico acompanha as lutas desde os embates menores entre os alunos até a batalha final. A música de abertura, “THE DAY” da banda Porno Graffitti, é um chiclete que vai sua grudar na sua cabeça!

Enredos de animes adaptados de mangás shonen, tendem a não ser muito profundos e ter backgrounds clichês e previsíveis, e Boku no Hero Academia sofre deste mal. A história acompanha nosso protagonista Izuku Midoriya, um jovem garoto que almeja ser um super-herói profissional, no entanto ele faz parte da parcela de 20% da população sem individualidades. Quando Midoriya é atacado por um vilão e precisa ser salvo por All Might (seu herói favorito) ele acaba descobrindo sua identidade secreta. All Might decide então treiná-lo mesmo não tendo individualidade.

All Might é a clara referência, de muitas, aos quadrinhos americanos. Tem golpes com nomes de cidades e estados americanos, cita o “American Dream”, tem um uniforme da “era de prata” e etc. Ele evidentemente é inspirado no Superman, por sua alcunha como “símbolo da paz” e seu largo sorriso inspirador, mas na sua relação de mestre e pupilo com Midoriya é impossível não lembrar de Batman e Robin.

izuku_midoriya-and-all_might-wallpaper

Midoriya e All Might

Os personagens periféricos, os alunos e professores da U.A. High (a academia de super-heróis), compõem um elenco satisfatório. Dentro da sala de Midoriya temos mais 19 alunos, porém apenas 7 deles tem um espaço maior de tela e são um pouco mais aprofundados. Midoriya tem uma relação controversa com seu amigo de infância, Katsuki Bakugou, que após o despertar de sua individualidade mudou de comportamento. Além do mórbido professor Aizawa, que é um pouco mais explorado junto com o All Might (que também é professor na U.A.), já os outros professores aparecem apenas para preencher o roteiro e certamente serão melhor explorados em temporadas futuras.

Boku no Hero Academia une o shonen de jornada pessoal e superação com lema moral de super-heróis. É uma mistura tão óbvia, porém que eu nunca havia visto em ação. Para os mais detalhistas a Jornada do Herói ficará clara, e ela encaixa muito bem sob o ponto de vista oriental. Boku no Hero Academia aborda algo que One Punch-Man já havia destacado, a banalização dos super-heróis. Em ambos, ser super-herói virou uma profissão assalariada, o que começa a corroer suas aspirações originais, agir com heroísmo por vontade própria e não porque é seu emprego ou porque seu patrão/governo manda. Midoriya e All Might por serem super-heróis natos e defensores da justiça, são os representantes deste espírito heroico.

Bakugou e Midoriya

Pela boa recepção do anime, ao final do 13º episódio foi anunciada a 2ª temporada que ainda não tem data de estreia. PLUS ULTRA!

Boku no Hero Academia

Boku no Hero Academia
8

Enredo

7/10

    Personagens

    9/10

      Desenvolvimento

      7/10

        Animação

        9/10

          Trilha Sonora

          8/10

            Pros

            • Personagens carismáticos
            • Humor
            • Música de abertura

            Cons

            • Enredo clichê
            • Motivação do vilão

            Comentários

            comentário(s)