Cinco jogos mobile que podem te tirar do sério

Navegar por...

Uma coisa que é comum de se ouvir entre os gamers casuais é que o vídeo game serve como uma válvula de escape. Depois de um dia cansativo, muitos encontram nos jogos eletrônicos um momento de paz e relaxamento.

Apesar disso, vira e mexe, aparece algum joguinho que nos desgraça da cabeça. O que era para ser um passatempo divertido, acaba se tornando um desafio que pode nos tirar do sério. E o pior? A gente gosta;

Por mais raiva que passemos, a maioria desses games acaba sendo extremamente viciante, a ponto de você não parar enquanto não ver o fim dele. Pensando nisso, selecionamos cinco desses exemplares para vocês conhecer.

Aviso: apesar de divertidos, esses games podem gerar altas doses de stress. Jogue por sua conta e risco.

Crossy Road

CrossyRoad_InAction_Thoroughbred

Esse jogo vem para responder a milenar questão de “por que a galinha atravessou a rua?”. Essa é a premissa do jogo: atravessar para o outro lado. Apesar de parecer simples, Crossy Road pode te gerar uma certa raiva. A parti do momento que você pega o embalo, pode ser que você vá com muita sede ao pote e acabe sendo atropelado.

Ele te dá a opção de jogar com diversos personagens, que vai desde animais, como galinhas e cavalos, até personagens conhecidos, como o Papai Noel ou um vampiro (que se torna morcego).

O objetivo é ir sempre o mais longe possível. É uma alternativa bacana para desafiar os amigos.

Stick Hero

maxresdefault

Mais um joguinho de se atravessar. Mas esse carece de uma precisão bem alta do jogador. Em Stick Hero, você precisa levar o personagem de uma plataforma para a outra através de pontes que você constróis. Para isso, basta você tocar na tela.

O grande lance é que, quanto mais você segura a tela, mais cumprida se torna a ponte. E é aqui que a precisão entra. Você precisa calcular o mais certo possível para que a travessia seja exata, fazendo com que a ponte fique dentro da plataforma. Um pouco a mais, ou um pouco a menos, e o seu personagem desaba no abismo.

AA

aa jilaxzone android

Não, esse não é um joguinho dos Alcoólicos Anônimos. (que piada horrível! perdão) Neste jogo, a mira é o ponto chave. A cada fase, você recebe um número específico de bolinhas e tem a missão de acertá-las na maior, que fica no centro da fase.

Apesar de parecer fácil, o jogo apresenta fases complicadas, dando um número muito grande de bolas para serem encaixadas em um espaço pequeno. Caso você acerte uma bola que já esteja fixada no núcleo, é tela vermelha e você vai ter que começar outra vez.

94%

94-percent-app

De todos os jogos aqui citados, esse é um dos que mais vai te fazer passar raiva. A princípio, aprece um joguinho bobo sobre conhecimento, mas o buraco é bem mais embaixo.

A cada nível, você pode optar entre duas perguntas ou uma imagem para adivinhar. Pegando a imagem como exemplo, você pode optar por responder “coisas que te fazem rir”, “coisas que precisam de bilhete” e uma imagem. A partir daí, você só libera novos níveis quando alcançar a porcentagem de 94% na fase atual.

O problema é: apesar dele te dar coisas fáceis de responder e com porcentagens bem altas, a pegadinha está na porcentagem mais baixa, que é o que vai te fazer quebrar a cabeça, podendo gerar uma certa raiva.

Por exemplo, se te perguntarem sobre “animais que nascem em ovos”, a chance de aves serem a maioria das respostas com boas porcentagens são altíssimas. O que vai pegar são aquelas que representam apenas 1%, que é o que vai fazer falta na conta final. Acredite em mim.

Gênio Quiz

2

Esse é o capeta em forma de quiz. Sério. O Gênio Quiz se popularizou através da série feita pela canal Coisa de Nerd. O jogo desenvolvido por André Birnfeld foi criado com o intuito de causar dor e sofrimento para os jogadores.

O jogo, como o nome diz, é um quiz, que é terminado quando o jogador consegue responder as 50 questões. O grande problema é que, nem sempre a resposta está em evidência. Cada pergunta tem quatro alternativas, só que, em muitos níveis, nenhuma dessas quatro é a correta, ou seja, algumas respostas ficam escondidas na fase.

Eles podem estar nos escritos de rodapé, podem ser os números das questões e também podem estar até invisível, cabendo ao jogador encontrá-la de alguma maneira. Isso fora os mini-games e charadas que também podem surgir como fases. Além disso, o jogo não quer que você ganhe. A cada pergunta que você erra, não existe a opção de uma nova chance. Você é arremessado por o começo do jogo, tendo que jogar TUDO DE NOVO!

Tá na última questão e errou? É bom ter uma memória bacana para decorar as outras respostas, pois tu vai ter que ir desde a pergunta um mais uma vez.

Apesar disso, ele é uma opção bacana para testar conhecimentos, já que existem os mais diversos tipo de tema, como perguntas gerais, além de especiais sobre países, jogos eletrônicos, youtubers e etc.


Este post só foi possível com a ajuda da Murilo Rosella e outras pessoas que acreditam no Junta 7 e tornaram-se nossos padrinhos Jotinhas. Colabore você também clicando aqui.

Comentários

comentário(s)