“Lá Vem os Pais” é padrão Adam Sandler de cinema

Navegar por...

Há praticamente um ano, fiz um texto falando do prazer culposo em ver os filmes do Adam Sandler. Um dos grandes nomes de Hollywood, o americano tem bons filmes em seu passado, porém, mais recentemente, sua imagem está ligada a filme muito ruins. Só para situar, lembram de Trocando os Pés e Cada Um Tem a Gêmea que Merece? Pois é…

363 dias se passaram desde aquele meu texto, onde ressaltei os bons filmes da carreira do ator, ele volta a estar em destaque por conta de uma nova produção. Distribuído pela Netflix, The Week Of, ou Lá Vem os Pais e sua nova aposta, onde, além de ator, Sandler assina como roteirista.

maxresdefault

O filme todo se passa na semana do casamento entre Sarah (Allison Strong), filha de Sandler, que aqui é Kenny e Debbie (Rachel Dratch) com Tyler (Roland Buck III), filho de Kirby (Chris Rock).

Na trama, Kenny é um pai cinquentão e taxista, que quer porque quer manter a tradição de que o pai da noiva é quem paga pelo casamento. Ele fica responsável por tudo e por todos, procurando uma maneira de alocá-los na semana da cerimônia, sendo que a maioria dos personagens ficará em sua casa, tornando aquilo o núcleo da confusão.

Seu estilo contrasta com o do personagem de Chris Rock. Kirby é um cardiologista bem sucedido nos Estados Unidos, sendo o responsável por cuidar de diversas estrelas. Mulherengo, ele é separado de Katrina (Melanie Nicholls-King), com quem teve o noivo da história.

E como era de se esperar, o pacato pai fará de tudo para impressionar o pai do noivo, além dos outros familiares, tentando manter a calma em todas as situações. Como diria o locutor da Sessão da Tarde “e isso vai metê-lo em altas confusões”.

the-week-of-adam-sandler-1300x695

Falando de roteiro, esse é um dos piores filmes que eu já vi do Adam Sandler. E como ele assina o mesmo, tem culpa no cartório. As saídas são previsíveis e as piadas são totalmente sem graça. 99% delas.

Mesmo tendo um elenco calejado na comédia duvidosa, como Chris Rock e Steve Buscemi, além do próprio Adam Sandler, o texto não funciona. Para um filme de comédia, é bem frustrante rir apenas duas vezes em quase duas horas de filme.

O filme é carregado de elementos óbvios e personagens caricatos no núcleo da família de Sandler, o que torna tudo bem maçante. A maioria dos personagens são descartáveis. O único fora da curva, e por um curto período do filme, é Jim Barone, que faz um tio que não tem pernas.

É… Calcule o nível…

20180201140934158379o

Talvez o filme funcione para os fãs de uma comédia bem pastelão. Para os que não são, como eu, chega a ser torturante assistir a esse filme. Por mais que eu goste do trabalho de Adam Sandler, fica cada vez mais complicado ver as produções do ator.

Lá Vem os Pais estreou no Brasil no último dia 27 de abril. O longa está disponível para ser assistido apenas na Netflix. Veja por sua conta e risco. E não diga que eu não avisei


Este post só foi possível com a ajuda de Marilene Melo. Ela e outras pessoas que acreditam no Junta 7 e tornaram-se nossos padrinhos Jotinhas. Colabore você também. É só clicando aqui!

The Week Of

The Week Of
3,125

Roteiro

3/10

    Desenvolvimento

    3/10

      Edição

      4/10

        Trilha Sonora

        4/10

          Pros

          • Uma piada na cena final

          Cons

          • Roteiro fraco
          • Piadas óbvias e sem graça
          • Atuação capenga

          Comentários

          comentário(s)