Loving Vincent| Atores viram arte para desenvolvimento de longa

Navegar por...

Nascido em 1853, o holandês Vincent van Gogh é considerado, até hoje, um dos principais nomes da arte no ocidente. Em sua “galeria” estão mais de dois mil trabalhos, desenvolvidos em pouco mais de uma década. Desses, mais de 850 foram são feitas em pintura a óleo, principalmente nos seus últimos dois ano de vida.

O artista que, que tirou a própria vida 37 anos de idade, ficou conhecido pela utilização de cores dramáticas e vibrantes, além de pinceladas impulsivas e expressivas. Ele foi um dos nomes que mais atuou com a técnica do pontilhismo, parte do movimento impressionista, que consiste em criar uma imagem através de pequenos pontos ou manchas de tinta.

Apesar de ser considerado um gênio da arte, van Gogh era atormentado por problemas. Além de sofrer depressão quando mais jovem, ele ficou conhecido por ter cortado a própria orelha esquerda após uma briga com o também pintor Paul Gauguin. Inclusive, durante um bom tempo, ele ficou internado em hospitais psiquiátricos.

noite-estrelada

‘Noite Estrelada’, uma das obras mais conhecidas de van Gogh

Alheio a todos estes problemas, a história de van Gogh impressiona. E como toda boa história merece ser contada, a sua virou filme. E foi contada em um projeto tão audacioso e grandioso como foram suas obras. Assim foi concebido “Loving Vincent”

O longa tem em seu elenco, entre outros nomes, Douglas Booth (Noé) e Saoirse Ronan (Brooklyn). O projeto do filme se torna grandioso a partir do momento em que você descobre que ele será o primeiro da história totalmente pintado. Os 65 mil quadros (frames) do filme foram feitos para reproduzir a pintora a óleo, técnica utilizada pelo pintor. Para que tal ideia desse certo, um time com 125 artistas foi recrutado. Eles transformaram 120 quadros de van Gogh em frames pintados, com base em sequências filmadas e imagens de computação gráfica.

A soma de todas as imagens contará a vida do artista. O personagem principal do longa foi baseado na pintura ‘Retrato de Armand Roulin‘, que será interpretado por Douglas Booth. O personagem funcionará como narrador e pseudo-detetive no filme. O ideal do personagem é  recriar os passos de van Gogh e suas obras mais icônicas. Tudo isso para buscar explicação plausível para o suicídio do pintor que, no longa, é interpretado pelo polonês Robert Gulaczyk.

Abaixo você vê quem são os atores e como eles ficaram no filme:

 

‘Loving Vincent’ vem ao Brasil através da distribuição da Outsider FilmsA previsão de estreia do longa é para o próximo dia 19 de outubro. Abaixo você pode conferir o trailer de como ficou o filme. Se quiser saber como foi a concepção do langa, basta clicar aqui.

 


Este post só foi possível com a ajuda de Marilene Melo e outras pessoas que acreditam no Junta 7 e tornaram-se nossos padrinhos Jotinhas. Colabore você também clicando aqui.

Comentários

comentário(s)