Manda que eu Escuto #11: Awesome Mix Vol. 2

Navegar por...

Se você costuma acompanhar o mundo da cultura pop, sabe que a Marvel lançou seu primeiro título da temporada cinematográfica. Guardiões da Galáxia Vol. 2 chegou aos cinemas para dar continuidade à saga iniciada em 2014. E o filme chegou muito bem, obrigado.

Em seu fim de semana de estreia, o longa ultrapassou a marca de US$ 100 milhões de dólares em escala internacional. E isso que o filme estreou em apenas 37 países. Alguns grandes mercados, como o americano e o chinês ainda não puderam acompanhar as aventuras do grupo de mercenários intergalácticos. É bem provável que o filme entre no top 100 de bilheteria com certa facilidade.

Se no campo do cinema o filme vai muito bem, em outro aspecto relacionado, ele vai melhor ainda. A trilha sonora do filme é um dos grandes pontos altos da franquia dirigida por James Gunn. A Awesom Mix Tape Vol. 1, presente no primeiro filme já foi um sucesso de crítica.

Entre as faixas tínhamos Jackson Five, David, Bowie, Marvin Gaye e Tammi Terrel, Blue Swede e mais alguns artistas que deram uma identidade única ao álbum. E no fim daquele filme fomos apresentados, pelo menos na imagem a sua segunda edição, a Awesom Mix Vol. 2. 

E como não poderia ser diferente, no ‘Manda que eu Escuto’ desta semana, vamos falar sobre este álbum.

A Awesome Mix Vol. 1 – O começo de tudo

Se você não sabe, a Awesome Mix foram fitas produzidas pela mãe de Peter Quill, interpretado por Chris Pratt. No primeiro filme, Peter ganha a primeira fita ainda criança. A segunda é dada para ele pouco de sua mãe falecer, em decorrência de um câncer, mas ele só toma conhecimento depois das aventuras que acorrem no longa.

A ligação de Peter com a trilha é muito forte, por conta do laço criado com sua mãe. Prova disso é que ele não deixa a prisão onde é enclausurado no primeiro filme até conseguir resgatar seu walkman, onde a fita estava depositada. Sem contar que as músicas embalam certas sequencias do filme, o que torna tudo mais legal.

E se angana aquela que pensa que as Awseome Mix são apenas um catadão musical. Em entrevista ao programa The Noite, do SBT, Chris disse que James Gunn, diretor e roteirista dos filmes, escolheu as músicas a dedo. E só tiro certeiro, devo dizer.

Em entrevista ao Vulture, James disse que construiu o filme em torno da Awsome Mix, para que a trilha não fosse apenas um simples elemento do filme, mas sim, o principal motor da história. Nessa entrevista ela ainda diz que pegou a lista da Billboard com os sucessos dos anos 70 para escolher as músicas. “Eu ouvia a playlist no meu som em casa e algumas vezes ela me inspirava para fazer uma cena em volta de uma música, e outras vezes eu tinha uma cena que precisava de música e eu ouvia a playlist para tentar encontrar qual funcionaria melhor”

Guardioes

Os Guardiões da Galáxia

E com a chegada do segundo filme da franquia, Gunn mostrou mais uma vez o quão importante a trilha pode ser. A impressão que passa é que ela atua mais como um personagem da trama do que como qualquer outra coisa. Assim como em seu antecessor, a trilha conta com grandes nomes da música. Aqui é possível encontrar Sam Cook, George Harrison e Sweet, entre outros.

A Awesome Mix Vol. 2 apresenta uma faixa a mais que sua antecessora. São 13 contra 12 do Vol. 1. E a trilha é tão fantástica quanto a primeira, que venceu discos de ouro (venda de mais de 1 milhão de cópias) nos Estados Unidos e Canadá.

Ela sabe fazer, com maestria, uma mistura musical única. E tudo isso se reflete no filme. Temos títulos calmos para cenas serenas, animadas para tempos de agitados e, é claro, romances para cenas mais apaixonadas. Como são muitas músicas, o TOP 3 fica por conta de minhas prediletas. Vamos lá.

– TOP 3 –

  • Sweet – Fox On The Run

Fox on the Run é uma música da banda britânica The Sweet, que tem seu início na década de 1960. Ela foi lançada em 1974, sendo a sétima faixa do álbum Boulevard Desolation, o terceiro disco do grupo. A grande pegada desta música, mais agitada, é misturar o som eletrônico da década de 1970 com o rock.

  • Sam Cooke – Bring It On Home To Me

Bring It On Home To Me é um soul lançado em 1963 pelo cantor Sam Cooke. A música integra o disco Live at the Harlem Square Club, 1963, que é o segundo ao vivo lançado por ele, um ano antes de sua morte. Essa é uma música mais calma, mas que tem uma alta carga emotiva.

  • George Harrison – My Sweet Lord

My Sweet Lord foi lançada em 1992 por George Harrison, ex-integrante dos Beatles. Ela está presente no álbum Live in Japan e foi considerada pela revista Rolling Stones uma das 500 melhores músicas de todos os tempos. Esta talvez seja a faixa mais intrigante da Awesome Mix Vol. 2 por sua relação com o filme.

A música se trata de uma adoração de um fiel ao seu Deus. A relação com isso é que no filme ficamos sabendo que Ego (Kurt Russell), pai de Peter Quill é, na realidade, um Deus. Curioso, não?

– Considerações –

James Gunn conseguiu fazer um baita trabalho com Guardiões da Galáxia Vol. 2 (leia nossa crítica aqui), mas ele conseguiu ir um passo além com a Awesome Mix Vol. 2. É impressionante como as cenas do filme casam de maneira certera com cada música entoada na tela, o que deixa o longa ainda mais, com o perdão da palavra, foda.

Já conhecia a Awsome Mix Tape, de Guardiões da Galáxia? Deixe nos comentários o que você achou da dica e acompanhe a trilha no Spotify;

E a coluna “Manda que eu escuto” não sobrevive sem o seu comentário! Qual a3 sua sugestão musical para aparecer na coluna? Você também pode enviar um e-mail para juntacast@gmail.com. Manda que eu escuto sim!


Este post só foi possível com a ajuda da Murilo Rosela e muitas outras pessoas que acreditam no Junta 7 e tornaram-se nossos padrinhos Jotinhas. Colabore você também clicando aqui.

Comentários

comentário(s)