O que é ser um maquiador profissional

Navegar por...

Por Gustavo Diccine

Eles estão em estão em salões de beleza, nas televisões, nos teatros, nos cinemas, desfiles de moda, até nas residências e muitos outros lugares exercendo a profissão. Os maquiadores profissionais tem lugar garantido quanto se trata de imagem e beleza juntos.

Mas afinal, O que é ser um maquiador profissional? Será que qualquer pessoa pode tornar-se um profissional da área? Com o mercado em crise, a economia vindo abaixo e o cenário pouco favorável para quem quer investir, seria uma boa ideia?

São muitas as perguntas quando se deseja conhecer um novo campo profissional, mas vamos entender primeiramente o que seria a profissão citada. De acordo com a descrição resumida do que é ser um maquiador profissional, disponibilizada no site do “Instituto Denver”, ser maquiador profissional é preparar o rosto das pessoas através de produtos de beleza para diversas ocasiões.

São os profissionais que aplicam diferentes tipos de produtos de beleza com fins de deixar as pessoas mais atraentes, com aspecto jovial e saudável. A maquiadora profissional da cidade de Barra Bonita/SP, Natalia Gilli dos Santos, quando pensa na atividade como profissão diz que, para ela “a maquiagem deixar de ser apenas um hobby e vira uma profissão. Poder ensinar outras pessoas o que sei e o que aprendi, colocando para fora tudo que está escondido no íntimo de cada um”.

Natalia dando palestra de maquiagem - Imagem 1

Mesmo com o atual cenário de crise política e econômica, o Brasil tem um aumento cada vez maior de empreendedores, que se arriscam abrindo o próprio negócio. Com a maquiagem profissional não é diferente. Em 2015, houve um aumento de 60% na procura por cursos profissionalizantes.

A profissão de maquiador(a) está diretamente ligado a beleza, bem-estar, auto estima e a imagem pessoal como um todo. Então existe muito campo para quem quer se arriscar no ramo. Para quem já trabalha em salões de beleza, com venda de cosméticos ou até mesmo por trás das câmeras e palcos, é uma ótima opção e pode vir a complementar a profissão, seja com técnicas para auxiliar os profissionais envolvidos, com informações na hora da venda de um produto, por exemplo ou até mesmo para garantir uma imagem melhor no ambiente de trabalho, sabendo maquiar a si próprio/a.

Se você não está ligado ou ligada as áreas mencionadas, também não tem problema, muitas pessoas buscam a maquiagem profissional também como primeiro emprego e para se aventurar na profissão, basta querer. Natália Gilli diz que qualquer pessoa que queira desenvolver habilidades com maquiagem pode procurar aprender sobre.

Natália Gilli - Imagem 2

Vivemos na era da informação e, em decorrência disso, encontramos de tudo na internet, desde vídeos de gatinho até como forjar armaduras e aulas de física quântica. Com a maquiagem não é diferente.

Assim como esse texto que você está lendo agora, existem centenas de milhares de outros textos, vídeos, aulas e diversos outros conteúdos para aprendizagem. Muita informação é algo muito bom, mas precisa tomar cuidado com isso também, pois nem sempre você terá as informações necessárias e fundamentais para se trabalhar com algo.

Na maquiagem é preciso conhecer sobre pele, tipos de rosto, diversos outros fatores e principalmente sobre ética pois a profissão é ligada diretamente ao cliente com sua auto estima e sua imagem. Claro que sempre mais conhecimento ajuda, mas tome cuidado nos caminhos que vai seguir, para tornar-se um ótimo profissional.


Este post só foi possível com a ajuda da Marilene Melo e outras pessoas que acreditam no Junta 7 e tornaram-se nossos padrinhos Jotinhas. Colabore você também clicando aqui.

Comentários

comentário(s)