O som contagiante de CoCo and The Butterfields

Navegar por...

Em atividade desde 2012, CoCo and The Butterfields é uma descoberta musical que une o que costumo ouvir no dia a dia com boas novidades.

Formada por Tom Twyman, Dulcima Showan, James Hicks, Jamie Smith, Rob Wicks e Patrick Channon, o grupo surgiu em Canterbury e teve um começo marcado por impulsividade. Twyman e Showan estavam com oportunidades os aguardando na Austrália e Dublin, respectivamente. Largaram tudo para investir de vez no grupo que ainda estavam em seus estágios iniciais de formação.

Os seis se conheceram através de apresentações musicais que faziam nas ruas de Canterbury, com cada um agregando uma nova referência ao grupo em formação. Em entrevista ao The Edge, em 2013, Twyman contou que o nome do grupo veio de uma conversa num pub sobre possíveis nomes que teria caso fosse um garoto de programa (porque dinheiro não está fácil pra ninguém, pelo visto). Twyman batizou seu alter ego hipotético de Coco Butterfield, o nome vingou e tornou-se piada recorrente, sendo utilizado nas primeiras apresentações do grupo.

Ainda bem que deu certo! CoCo and The Butterfields não apenas é um nome muito legal, ainda tem uma história inusitada que reflete como o grupo brinca com a salada de referências de cada um de seus integrantes.

A princípio parece uma usual banda folk, a comparação com Of Monsters and Men é inevitável. Não demora muito a você ouvir elementos fora do padrão nas músicas, com incursões no beatbox, influências de country e rock. A mistura funciona e agrada.

CoCo and The Butterfields é uma banda alegre, dançante. “Five Bells” e seu clipe com registros do dia a dia do grupo são um bom exemplo da energia investida em todos os envolvidos no projeto, algo que é transposto para quem ouve a música.

Em constante atividade lançando EPs — o mais recente uma releitura belíssima da já estonteante “Monters” — e shows por todo o Reino Unido, talvez seja questão de tempo até CoCo and The Butterfields estourar e ganhar o mundo de vez. Quando isso acontecer, saibam que eu fui um dos primeiros a soltar o clássico “please come to Brazil”.

Conhecia o som de CoCo and The Butterfields? Deixe seus comentários!


Ajude o Junta 7 a crescer participando da nossa campanha de financiamento coletivo do Padrim. Para participar e conhecer nosso plano de recompensas, clique aqui!

Comentários

comentário(s)