Projeto Anime: Winter17 #1

Navegar por...

Com a chegada da season Winter 2017 de animes no Japão, no final de dezembro de 2016, você confere aqui no Junta7 uma lista de reviews dos principais pilotos dos animes desta temporada. Serão três textos com três animes cada para você saber qual anime vale ou não a pena assistir, confere aí!

Ao no Exorcist: Kyoto Fujouou-hen

Depois de quase 6 anos do lançamento da primeira temporada, Ao no Exorcist retorna para sua segunda temporada, intitulada Kyoto Fujouou-hen. Nesse meio tempo o mangá continuou sendo produzido normalmente e hoje tem 18 volumes lançados no Japão, além de ganhar um mangá spin-off em 2013. O spin-off, Salaryman Exorcist: The Sorrows of Yukio Okumura e tem uma história mais focada em Yukio, irmão de Rin, em seu emprego como exorcista. Em 2012 foi lançado um filme de Ao no Exorcist, intitulado Blue Exorcist: The Movie. A primeira temporada de Ao no Exorcist teve 25 episódios produzidos pelo estúdio A-1 Pictures. A temporada Kyoto Fujouou-hen será produzida pelo mesmo estúdio, mas agora terá apenas 12 episódios.

Gêneros: Ação, Demônios, Sobrenatural, Fantasia, Shounen | Data de estreia: 7 de janeiro

Gêneros: Ação, Demônios, Sobrenatural, Fantasia, Shounen | Data de estreia: 7 de janeiro

Ao no Exorcist: Kyoto Fujouou-hen acontece logo após os eventos da primeira temporada. A trama se desenrola depois que um sujeito com uma máscara de gás rouba uma relíquia fortemente protegida pelos exorcistas, o Olho Esquerdo do Rei Impuro (um poderoso demônio selado desde o Período Edo). Uma equipe liderada por Yukio é convocada para recuperar o Olho Esquerdo, enquanto Rin e seus colegas de sala são mandados para Kyoto para protegerem o Olho Direito para impedir que o Rei Impuro seja libertado.

O anime começou com pouca ação e algumas reviravoltas, mas já sendo conhecedor da série é de se esperar que essa temporada seja intensa. Além de ter um boss claramente definido, teremos apenas 12 episódios, o que encurta o tempo para possíveis enrolações.

Disponível para streaming gratuitamente em Crunchyroll.

Youjo Senki

No universo de Youjo Senki existe uma constante guerra centralizada em tentativas de invasão ao Império. Mesmo sendo fictícios, olhando a geografia, os nomes e o vestuário; o anime faz uma clara referência ao Império Alemão que se findou em 1918, apesar do anime se passar em 1924. As referências muito me lembram os conceitos de Fullmetal Alchemist. Estranhamente a fisionomia dos personagens também é muito similar. Pensei que talvez os animes fossem do mesmo estúdio ou os mesmo produtores, mas somente a licenciadora coincide, a FUNimation Entertainment.

Gêneros: Militar, Mágica | Data de estreia: 6 de janeiro

Gêneros: Militar, Mágica | Data de estreia: 6 de janeiro

O anime é uma adaptação de uma novel lançada desde 2013 e tem uma temática militar muito interessante. O tom de Primeira Guerra Mundial é sempre presente, ou seja, as trincheiras, a morte, o sangue e a sujeira ficam explícitos. Uma quebra deste tom talvez seja a magia, soldados voando e disparos de fuzis brilhantes. Mas nada que fique galhofa ou deslocado, me lembrou muito (de novo) a alquimia em Fullmetal Alchemist. Aliás, daria um ótimo crossover. Nesse turbilhão de batalhas surge uma 2ª Tenente, uma garotinha loira, de olhos claros e pele branca como porcelana chamada Tanya Degurechaff.

Mas não se engane, não há um segundo sequer que Tanya não seja uma badass, truculenta e autoritária. Ela é extremamente habilidosa em combate e domina sua magia como ninguém. Aparentemente você a enxerga como uma tenente extremamente disciplinada, mas o que esse primeiro episódio deixa a entender é que ela tem certas tendências de psicopatia. Dado o contexto, Tanya está em um processo de redenção para se tornar uma heroína ou seu aspecto psicopata se intensificará até ela chegar ao comando do Império? Qualquer que seja o caminho, será muito interessante!

Disponível para streaming gratuitamente em Crunchyroll.

Chain Chronicle: Haecceitas no Hikari

O piloto de Chain Chronicle começa frenético. Logo após uma breve introdução de duas frases do narrador somos jogados para ação. A introdução explica que o continente de Yggdra está sob ameaça e um cavaleiro desconhecido forma um exército voluntário. É tudo meio confuso e parece uma história contada do meio do caminho. Chain Chronicle é uma adaptação de uma série de jogos e talvez o que justifique essa confusão seja uma má coordenação na sua mídia adaptada. Chain Chronicle: Short Animation foi um prólogo de oito curtas animados de 5 minutos em 2014. Além de uma versão alternativa em 3 filmes lançados em dezembro de 2016, janeiro e fevereiro de 2017.

Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Mágica, Shounen | Data de estreia: 8 de janeiro

Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Mágica, Shounen | Data de estreia: 8 de janeiro

A trama acontece em uma falha tentativa de diversos exércitos unidos tentando derrotar o Lorde da Escuridão e seu Exército Negro. Ironicamente o Lorde precisava do Chain Chronicle (um livro que descreve tudo o aconteceu no mundo) que fora trazido pela sua filha, Phoena, uma clériga que por algum motivo estava contra o pai. Yuuri que liderava a missão, mesmo provando suas habilidades com mana e espada não consegue derrotar o Lorde. Após a derrota os exércitos unidos iniciam uma fuga. Além de Phoena e Yuuri, o anime indica outro protagonista, Aram, um garoto esguio com habilidades com espada que pode roubar e distribuir mana livremente.

Mesmo com essa sensação de assistir algo com “o bonde andando”, o anime é muito competente em explicar seu universo. Em poucas cenas o anime te introduz aos conceitos que ele irá explorar, como a magia, os exércitos, as raças, os personagens chave, o vilão e seus poderes. A caracterização dos personagens é impressionante, diversos personagens tem uma identidade única em seus trajes e com poucas falas deixam sua marca. A ação do anime se provou algo muito bem executado e com personagens marcantes como estes, certamente teremos sequências de ação incríveis.

Disponível para streaming gratuitamente em Crunchyroll.

Quer ler o texto #2? Clique Aqui.

Quer ler o texto #3? Em breve.


Este post só foi possível com a ajuda de Marilene Melo e muitas outras pessoas que acreditam no Junta 7 e tornaram-se nossos padrinhos Jotinhas. Colabore você também clicando aqui.

Comentários

comentário(s)