Umbro Black Pack- A Essência do Futebol está voltando

Navegar por...

12742843_10154346906039578_9181651422583693355_n

Durante as aulas de rádio, o professor estava nos ensinando como o veículo tem a necessidade de evoluir, se adequando a novas tecnologias, porém sem perder a sua essência. Viajando em meus pensamentos enquanto voltava para a casa, concordei com o que ele havia exposto, e essa propaganda me ajudou a ver isso através de uma outra perspectiva.

Hoje em dia, existe uma corrente dentro dos torcedores de futebol, que prega “ódio ao futebol moderno”. Fazendo uma comparação com o contexto do rádio, o futebol evoluiu muito durante os anos, isso é inegável. Seja na parte de materiais, ou até mesmo na parte técnica do jogo, os atletas apresentem resultados nunca antes visto, o que, em tese, deixaria o jogo mais dinâmico.

Mas voltando ao futebol moderno, parece que o esporte bretão vem perdendo a sua essência. É cada vez mais comum vermos atletas que não se empenham o tanto que deveriam dentro das quatro linhas, aqueles que se preocupam mais em “estar no estilo” e com o número de likes em suas fotos do que com o resultado da equipe a quem defendem.

Mas parece que a Umbro está disposta a mudar esse panorama.

Ao (re)lançar a linha de chuteiras Black Pack, a marca inglesa propõe a volta de momentos nostálgicos do futebol, onde a parte de dentro das quatro linhas era tudo o que importava para o atleta.

Ao apostar nesse conceito de simplicidade, a linha vem com o design mais simples possível, apostando muito no preto, que era a cor predominante das chuteiras até o inicio dos anos 2000.

E dentro de tudo isso, além de uma campanha através de fotos e textos, a Umbro ainda preparou um material áudio-visual para tentar propagar sua linha. Para isso, ela usou um dos maiores brucutus do futebol, o luso-brasileiro Pepe, zagueiro do Real Madrid, aquele que a bola passa, mas o atacante fica.

tgf-j8k_p08h2oeajxwpbbmv7eaig4tdhjylazsghu

Comentários

comentário(s)