Volta a polêmica: Campanha contra assédio sexual

Navegar por...

Oi oi galera! Como vão vocês?

Por sugestão do Fábio e pela polêmica, vamos voltar à um assunto que já foi abordado aqui no Blog, mas de uma maneira diferente. Vocês, provavelmente, estão acompanhando a repercussão do caso do metrô, que elaborou uma campanha contra o abuso sexual nos trens e estações.

 

Imagem

Fonte: folha.uol.com.br

A iniciativa da campanha aconteceu após os vários ocorridos, já citados no post da semana passada, digamos que um “pouco tarde demais”. O objetivo é, basicamente, a conscientização contra o abuso, vulgo “encoxadores” do metrô, para que mulheres não sejam vítimas de outros loucos por aí.

“Segundo o Metrô, equipes de segurança contam com agentes uniformizados e à paisana, além de câmeras de vigilância em trens e estações. São mais de mil agentes treinados. Apesar disso, o Metrô coloca à disposição dos usuários o serviço do SMS-Denúncia (97333-2252), ferramenta que promove agilidade no combate às práticas irregulares, infrações ou crimes.” G1.com

Mesmo com toda a equipe, segurança e uniformização, mulheres foram e continuam sendo abusadas em horários estratégicos, divulgados como o horário de pico, onde tem um maior fluxo de pessoas nas estações. Particularmente, se passasse por uma situação semelhante, e estivesse bem informada, no caso se soubesse da existência destas equipes, o que as vítimas não deveriam saber, realizaria todos os procedimentos e denunciaria o “encoxador”. Será que muitas mulheres acabam sendo abusadas por falta de informação? Ou seria apenas descuido?

Em nota à imprensa sobre a campanha, o Metrô disse que “repudia o abuso sexual, crime que deve ser combatido dentro e fora do transporte público”. “A empresa trabalha continuamente com campanhas de cidadania e de alerta aos usuários sobre condutas que possam colocar em risco a segurança de todos”, acrescenta. Noticias.yahoo

O que vocês acham da campanha? Ainda não foi possível ver os resultados, já que há pouco tempo iniciou a divulgação, mas se o objetivo for cumprido as mulheres poderão transitar mais tranquilas nos metrôs do país, sem necessidade do alfinete, sugerido pelas feministas do movimento Mulheres em Luta. Elas distribuíram alfinetes com a mensagem “Não me encoxa que eu te furo”, lema da campanha.

Vejo você na próxima semana. Até lá 🙂

Imagem

 

 

 

Comentários

comentário(s)